O que você deseja encontrar?

Aqui tem tudo o que você procura em um só lugar!

PORTAL CONCÓRDIA - O Portal da Cidade de Concórdia - SC
:( ops! não encontramos o que você buscou.

NOTÍCIA

Leia a notícia abaixo, e aproveite para imprimir ou enviar para um amigo.

Compartilhe:
Infectologista do HSF reforça necessidade de uso de máscara mesmo após vacinação ou contaminação
18/06/2021
10h e 24min
Há mais de um ano, um item virou artigo indispensável no dia a dia do brasileiro. Não se trata de moda, mas de saúde. A máscara se tornou referência como uma das principais armas para prevenção contra a covid-19. Desde maio de 2020, este objeto é recomendado pelos mais variados profissionais de saúde como uma das principais medidas de proteção no combate à pandemia.

Criticado por uma ala, o item pode até gerar desconforto no uso diário externo. Mas tem sua eficácia comprovada por autoridades da área. No entanto, mais recentemente, uma fala do presidente Jair Bolsonaro preocupou profissionais da saúde. Ele disse que pretende, através do Ministério da Saúde, fazer um parecer para desobrigar o uso da máscara em pessoas que já se contaminaram ou foram vacinadas.

Mas isso é sumariamente rebatido por médicos e cientistas. Este grupo defende que a máscara somente pode ser deixada de lado depois que a maior parte da população estiver vacinada. Estudos indicam que ela deve continuar sendo utilizada pelo menos até que aproximadamente 70% das pessoas recebam pelo menos uma dose do imunizante. Antes disso é considerado arriscado desincentivar o uso.

A infectologista do Hospital São Francisco, Clarissa Guedes, que há mais de um ano atua na linha de frente da pandemia, defende que a máscara continua sendo um item indispensável no dia a dia da população mesmo naqueles que já receberam a vacina. Ela ainda destaca que a contaminação não garante uma imunidade a longo prazo.

“A vacinação é importante para prevenir doença grave, mas é um insumo a mais de prevenção. Mas a gente não pode deixar de manter o uso da máscara e o álcool em gel. A gente busca com as vacinas prevenir internação, a doença moderada ou grave, que precise hospitalização. Depois de a pessoa ter ficado doente, existe um intervalo de quatro a seis meses provável de proteção, mas depois desse tempo, os anticorpos no sangue vão diminuindo e a pessoa pode ficar suscetível a ter uma nova infecção”.

A médica ainda lembra que as vacinas não são 100% eficazes. Ou seja, apesar de garantirem proteção ao cidadão, elas ainda permitem a contaminação em poucos casos e possibilitam também a transmissão. Clarissa explica como é o comportamento do imunizante.

“Mesmo os pacientes vacinados podem adquirir a infecção. Então, vai ter às vezes um quadro de infecção de via aérea superior, porque a vacina protege realmente contra a pneumonia. E vacinado, com um quadro leve, também existe uma diminuição do risco de transmissão, porque eles são menos virêmicos. Ou seja, eles têm menos vírus circulando do que os pacientes que adquirem a doença e não foram vacinados. Então, o uso de máscara, o álcool em gel, distanciamento é importante mesmo para quem tomou a vacina”.

Os profissionais da área destacam que todo tipo de máscara é aceitável neste momento de pandemia, até mesmo as de pano, usadas desde o ano passada. Porém, conforme eles, em função do avanço da pandemia e das novas variantes mais contagiosas, uma orientação é adotar a PFF2. Isso porque ela alia os fatores filtragem + vedação da forma mais eficiente: tem alta capacidade de filtragem e, se ajustada corretamente, não deixa folgas no rosto pelas quais o vírus pode entrar.

Fonte: Rádio Rural


Deixe seu comentário para a notícia:

"Infectologista do HSF reforça necessidade de uso de máscara mesmo após vacinação ou contaminação"

  seu email não será publicado.
caracteres restantes.





ÚLTIMAS NOTÍCIAS DA CATEGORIA GERAL


30/07/2021 - Geral

Concórdia registrou mais uma morte em decorrência de complicações causadas pela covid-19. Conforme a administração municipal, trata-se de de um homem de 74 anos, que era morador da Vila Jacob Biezus. São 196 mortes no total em Concórdia, sendo 16...

30/07/2021 - Geral

O frio intenso desta semana é uma das grande preocupações do poder público. Tanto é que nas últimas horas, pelo menos cinco pessoas precisaram de atendimentos por conta das baixas temperaturas. Os bombeiros foram chamados para auxiliar moradores de...

30/07/2021 - Geral

Em um período considerado delicado pela falta de vacinas disponíveis para fazer a primeira aplicação na população buscando a imunização contra a covid-19, Santa Catarina vai receber uma nova remessa com mais de 220 mil doses contra a doença. A...

30/07/2021 - Geral

Pelo segundo ano consecutivo, o aniversário de emancipação político-administrativa de Concórdia, comemorado em 29 de julho, teve um formato diferente, sem a presença do público e o tradicional corte do bolo e mortadela. A Administração Municipal...

30/07/2021 - Geral

O Hospital São Francisco de Concórdia passou a disponibilizar o serviço de oncologia. O espaço foi inaugurado na tarde da quarta-feira, dia 28. O local contará com 25 profissionais entre médicos oncologistas, hematologistas, cirurgião, proctologista,...


SHOPPING


a partir de
R$ 14,00
Kobacafé | Lanchonete, Pizzaria e Restaurante

a partir de
R$ 599,00
Ideia Good - Soluções Web e Publicidade On-line

a partir de
R$ 14,00
Kobacafé | Lanchonete, Pizzaria e Restaurante

a partir de
R$ 5,00
Con Animal - Sociedade Concordiense de Ajuda e...

a partir de
R$ 20,00
Con Animal - Sociedade Concordiense de Ajuda e...

a partir de
R$ 130,00
Cris Perotti | Fisioterapia Dermato-Funcional e...

a partir de
R$ 399,00
Ideia Good - Soluções Web e Publicidade On-line

a partir de
R$ 14,00
Kobacafé | Lanchonete, Pizzaria e Restaurante